Vinho faz bem à saúde?

Bebida deve ser consumida com moderação

bebendo-vinho

O vinho é uma das bebidas mais antigas do mundo. De origem incerta, a bebida surgiu antes mesmo da escrita, e sua história é contada por diversas culturas de maneiras diferentes. Historicamente associada a comemorações, a bebida vem sendo difundida também como benéfica para a saúde. Mas, afinal, uma taça de vinho por dia faz mesmo bem à saúde?

Antioxidante
Para o Chefe do Serviço de Cardiologia do HAC, Dr. Rider Nogueira de Brito Filho, o assunto é bem controverso. “Acredita-se que algumas substâncias existentes na composição do vinho possam ter um efeito antioxidante, reduzindo a incidência de aterosclerose”, explica o especialista, acrescentando que a doença aterosclerótica é responsável por boa parte da alta mortalidade das doenças cardiovasculares.

Benefícios
Segundo Dr. Rider, as substâncias contidas na casca das uvas vermelhas, como o resveratrol e polifenóis, podem aumentar o HDL colesterol, combate aos radicais livres, reduzem a adesividade das plaquetas. “Prevenindo, assim, a formação de trombos dentro dos vasos sanguíneos e diminuindo a formação de placas de gordura na parede dos vasos sanguíneos”.

Moderação
“Moderação é a palavra de ordem”, ressalta o cardiologista, sobre o consumo da bebida, acrescentando que a American Heart Association recomenda o limite de um cálice ao dia, o que corresponde a cerca de 150 ml, para as mulheres; e dois cálices para os homens.

 vinho

Propriedades nutricionais
Segundo a nutricionista do Serviço de Nutrição e Dietética do HAC, Nelma Vieira de Melo, as uvas possuem propriedades nutricionais que trazem benefícios à saúde. “Por isso, o vinho pode ser considerado como uma bebida funcional, por conter compostos fenólicos que tem efeito antioxidante”.

A nutricionista explica que entre os polifenóis do vinho mais estudados quanto à ação benéfica à saúde humana destaca-se o resveratrol, encontrado nas uvas roxas, utilizadas na produção do vinho tinto.

Calorias
Nelma lembra que, mesmo sendo considerada uma bebida benéfica à saúde, deve ser consumida com moderação. “Cada taça de vinho tem aproximadamente 170 calorias. Recomenda-se consumir no máximo duas taças de vinho por dia. Seus benefícios só ocorrem quando o vinho é consumido com moderação”, explica a nutricionista, reforçando a recomendação médica.

Álcool
Lembrando tratar-se de uma bebida alcoólica, Dr. Rider é enfático. “De um modo geral, os médicos não recomendam que ninguém comece a consumir bebidas alcoólicas com a finalidade de prevenir doenças.  Há riscos envolvidos no consumo de álcool, principalmente em pessoas com histórico familiar de abuso no consumo”.

Segundo o cardiologista, o uso abusivo de bebidas alcoólicas em geral pode gerar danos no músculo do coração e arritmias cardíacas por um efeito tóxico direto. “Cirrose hepática, alguns tipos de câncer, doenças neurológicas, hipertensão arterial, obesidade, diabetes e até mesmo insuficiência cardíaca estão associados ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas”, finaliza.

 

Fontes:
Dr. Rider Nogueira de Brito Filho
Cardiologista
CRM: 65426

Nelma Vieira de Melo
Nutricionista
CRN:12926-7

Voltar

Saiba mais: