Gota, entenda a patologia

gota-joanete

A gota é uma doença inflamatória que acomete as articulações e ocorre quando a taxa de ácido úrico no sangue está em níveis acima do normal. Uma forma de artrite caracterizada por dor intensa, vermelhidão e sensibilidade nas articulações. Reumatologista do HAC, Dr. Paulo Augusto Alambert fala sobre a patologia: suas causas, tratamento e prevenção.

No que consiste a gota?
Dr. Alambert – É uma doença crônica das juntas, caracterizada por crises agudas e redicivantes de dor, inchaço, vermelhidão e calor local nas mesmas, devido depósito de ácido úrico.

Quais as causas?
Dr. Alambert – Ocorre devido excesso de ácido úrico no sangue. Esse aumento pode originar-se em alterações metabólicas ou fatores genéticos e está associado a obesidade, ingestão de bebidas alcoólicas, pressão alta, doenças renais e uso de diuréticos.

Quais os sintomas?
Dr. Alambert – Alguns pacientes podem permanecer anos a fio com o ácido úrico elevado no sangue e sem ter uma crise de inflamação nas juntas. É a chamada hiperuricemia assintomática. O “ataque agudo” da gota caracteriza-se por acometer 1 até 3 articulações (juntas), de aparecimento súbito geralmente na articulação da 1ª metatarso-falangeana (a junta do joanete).

Outros locais possíveis: dedos dos pés, tornozelo, joelho, punhos, mãos e cotovelos. A dor é tão intensa que a pessoas não suporta o simples contato com o lençol. A duração da crise varia de horas até poucos dias. Entre uma crise e outra a pessoa fica completamente assintomática. Pode fazer parte do quadro clínico episódios de cólica renal por litíase renal (cálculo ou pedra nos rins de ácido úrico). Após dez ou mais anos aparecem os tofos, que são “caroços” por depósitos de ácido úrico em vários tecidos como orelhas e subcutâneo em volta das articulações

Acomete preferencialmente algum grupo?
Dr. Alambert – Sexo masculino, meia-idade e obesidade são .

A gota é hereditária?
Dr. Alambert – Sim, o componente hereditário é observado a miúde na maioria dos pacientes.

Existem fatores de risco?
Dr. Alambert – Histórico familiar, sexo masculino, obesidade, consumidor de bebidas alcoólicas (especialmente as fermentadas),

 Como é feito o diagnóstico?
Dr. Alambert – O diagnóstico de gota baseia-se na história de crises sucessivas de inflamação em um a poucas articulações, acometimento da 1ª metatarsofalangeana, homem, acima de 40 anos, histórico familiar de gota e calculose renal. O diagnóstico de certeza é feito pelo achado dos chamados “cristais” de ácido úrico no líquido retirado por punção das articulações acometidas.

Há alguma forma de prevenção?
Dr. Alambert – Perder peso, evitar alimentos ricos em purinas como vísceras, sardinhas, bacalhau, evitar alimentos gordurosos, uso de diuréticos, fazer uso de medicação apropriada para a redução do ácido úrico no sangue.

Como é feito o tratamento?
Dr. Alambert – Na vigência da crise preconiza-se repouso da articulação, gelo local de 2/2 horas e dieta pobre em purinas por 30 dias. Utilizam-se os anti-inflamatórios para o paciente sair do quadro agudo. Cessado esse episódio inicia-se um agente que diminua a concentração do ácido úrico no sangue tal como benzobromarona ou alopurinol.

DR.PAULO AUGUSTO ALAMBERT
CRM 37.821-SP
REUMATOLOGIA

Voltar

Saiba mais: